Comunicação Estratégica: as 2 chaves de ouro da percepção

Seja bem vindo e seja bem vinda ao vlog Eu Posso, Sim!

Hoje, continuaremos a série Comunicação Estratégica. Você tem acompanhado estas vídeo-aulas através do “Comunicação Estratégica: a força do diálogo interno” e “Comunicação Estratégica: o poder da percepção”.

É muito bom te ter aqui, novamente.

Como prometi na semana passada, irei te ensinar técnicas poderosas para mudança de percepção.

Há 5 anos, comecei a me interessar por Programação Neuroliguística. Você pode conhecê-la como “PNL”. E em Salvador, Bahia, há 3 anos, iniciei o curso de PNL propriamente dito, com um grande profissional que habita a capital baiana.

Neste curso, conheci algumas pessoas que são feras na PNL e em breve vou trazer uma delas, em especial, para ensinar a você muitas coisas poderosíssimas.

Hoje, vou ensinar duas das mais fortes técnicas que aprendi até hoje para que nossa percepção se fortaleça.

Lembra do conceito de percepção que falamos na semana passada?

Imagine a seguinte situação: quando você nasceu, alguém especial te deu de presente óculos verdes que, ao serem colocados em seu rosto, ficaram grudados. Não com uma super cola, mas com uma cola que é realmente difícil de ser retirada.

Então, à medida que você foi crescendo, estes óculos te acompanharam e cresceram junto.

Então, para você, tudo era verde. A vida era verde, as flores eram verdes, tudo era verde, inclusive sua imagem no espelho!

Durante sua adolescência, quando alguém te dizia que o mundo era amarelo, vermelho, rosa ou qualquer outra cor, você se irritava profundamente e pensava consigo:

“mas esse povo é cego mesmo! Bando de burros, não conseguem ver que o mundo é verde?!”.

Até que um dia, você teve uma experiência estranha. Até hoje, você não sabe se foi um sonho ou realidade, mas o fato é que você sentiu como que tivesse sido abduzido por ETs e eles fizeram uma experiência macabra com você:

Tiraram seus olhos e puseram os olhos de outra pessoa. E você, estranhamente, via o mundo de uma cor diferente: “será que isso é o vermelho que a Carla tanto fala?”. E eles iam e te tiravam os olhos novamente, trocando pelo de outras pessoas.

Então, um novo universo de cores surgiu para você.

Sonho ou não, você passou a perceber que se pudesse usar os olhos de alguém, enxergaria o mundo com as cores que esse alguém enxerga e as coisas seriam vistas de forma diferente.

Imaginou?

Técnica I

Agora, vou te explicar a técnica número um que separei para você. Chamo-a de Triângulo Perceptivo.

Sempre que conversamos com alguém, um amigo por exemplo, existem mais pessoas envolvidas naquele diálogo: Você percebendo o diálogo; seu amigo percebendo o diálogo; e uma possível terceira pessoa que não está envolvida no diálogo. Logo, quando duas pessoas estão interagindo, um total de 6 pessoas se envolvem, 3 de sua parte e 3 da parte do seu amigo.

Para aplicar esta técnica, você deve fazer duas perguntas.  Aplique imediatamente na sua próxima interação e sinta a diferença em sua própria percepção. Quando a pessoa que está conversando com você falar algo que te chamar a atenção, pergunte a si mesmo ou a si mesma:

(a) Se eu estivesse olhando o mundo com os olhos desta pessoa, sentindo o que esta pessoa sente, com a vida que essa pessoa tem, como eu perceberia este assunto?

E (b) Se eu pudesse ver e ouvir esta conversa de fora, como se tivesse voando acima de nós dois, como eu perceberia este assunto?

Ao responder estas duas perguntas sinceramente, você acaba de expandir a sua percepção e trocar de óculos ou de olhos, como quiser.

Técnica II

Vamos à técnica número dois. Esta é uma técnica que a Programação Neurolinguística chama de “Técnica do 101%”.

Esta é a mais poderosa e mais difícil de ser aplicada. Traduzindo ela, significa: focalize 100% de sua atenção em 1% de admiração.

Vamos à pratica: você pensará em uma pessoa que você não gosta. Alguém que você, de repente, odeia e gostaria que sumisse do mundo.

A sua tarefa é focalizar 100% de sua atenção para encontrar 1% de algo positivo ou admirável nesta pessoa.

Já tive um aluno que disse ser impossível achar algo de positivo ou admirável na pessoa que ele não gostava. Dei um exemplo que vou compartilhar com você, caso acredite também que esta é uma tarefa impossível.

O que um ser humano como Hitler, odiado até os dias atuais e que se estivesse vivo muitas pessoas iriam desejar vê-lo morto, tem de admirável ou positivo? – Foi o que perguntei à turma naquela situação.

Posso destacar que Hitler foi um homem muito inteligente. Lógico que 99% do que restou é ausência total de admiração. Mas, certamente, encontrei o 1% que eu focalizaria se fosse necessário.

Em todo ser humano há, pelo menos, um ponto positivo, então é nele que focaremos. Se tiverem mais pontos, melhor ainda!

Mas em casos extremos, medidas extremas devem ser tomadas. Aplique agora a técnica do 101% e veja como ela é poderosa para expandir a sua percepção.

Note que esta técnica e a anterior aumentam a sua capacidade de expansão de relacionamentos. E qual a base para se obter sucesso, se não for relacionamento?

Na semana que vem, darei continuidade à nossa série Comunicação Estratégica do vlog Eu Posso, Sim!

Aproveite e baixe gratuitamente o e-book “Como Transformar Sonhos em Ouro: seis passos para a transmutação do desejo” e comece já a pôr em prática um modelo mental de sucesso.

Por hoje, fico por aqui.

Aproveite para assinar o vlog Eu Posso, Sim! e receber nossas postagens diretamente em seu email.

E aí, gostou de nosso conteúdo? Então, deixe comentários aqui no vlog Eu Posso, Sim! Seus comentários são muito importantes para mim, acredite nisto!

Até semana que vem!

João Lins.

Anúncios

2 comentários sobre “Comunicação Estratégica: as 2 chaves de ouro da percepção

  1. “Então, um novo universo de cores surgiu para você.”

    Quando tudo que você acredita ser correto, verdadeiro e pleno sai de órbita você entra em parafuso, se descabela, não quer saber de nada! Se, porém, você se permitir ver por um novo ângulo, por uma perspectiva ativa e viva do outro lado surge, então, a sua capacidade de expandir seus horizontes, de ver o novo exatamente como aquilo que é: “o” novo!

    Permitir-se, Aceitar. Envolver-se.

    • Gabriella,

      Belíssima conclusão em belas palavras.

      A principal palavra que você disse, em minha opinião, é “Permitir-se”.

      É aqui que habita nosso poder: nossa capacidade de escolher.

      Obrigado por acompanhar o Vlog Eu Posso, Sim!

      Sucesso!

Compartilhe seu conhecimento ou deixe suas dúvidas aqui.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s